Skip to main content

Educar sem Violência – da Ciência à Transformação do Cuidado

por Ligia Moreiras Categoria: Educação
Lista de desejos Compartilhar
Compartilhar Curso
Page Link
Share On Social Media

Sobre o curso

Por que tantas vezes somos agressivos? O que é a agressão e de que maneira ela se expressa? Como podemos olhar para nossa agressividade e compreender nossa história, como ela surge, quando acontece e o que faz a nós mesmos? De onde vem o impulso agressivo e quais são os fatores que o predispõe? Como a questão de gênero influencia a expressão da agressividade? Qual o papel do autoconhecimento na educação sem violência? O que são gatilhos emocionais e como identificá-los? Como saber quando estaremos mais propensos à agressividade e como transformar sua manifestação? Neste curso, você vai encontrar informações neurocientíficas, sociais, reflexões unindo ciências biológicas e ciências humanas, informações sobre nossas emoções e estratégias práticas para lidar com nossa agressividade e romper o ciclo da violência.

Este curso tem um único objetivo: ajudar você a compreender que não existe uma educação que se proponha a ser não violenta partindo da criança. É preciso que os adultos envolvidos estejam bem, conheçam a si mesmos, tenham acesso a ferramentas para lidar com suas emoções e com sua história para que consigam educar as crianças de uma maneira emocionalmente saudável. Sem chantagens, sem gritos, sem manipulação e sem violência.

O que você irá aprender?

  • Ciência para a transformação do cuidado
  • É possível romper um ciclo de violência
  • Mapeamento individual e conhecimento das próprias emoções
  • A dificuldade de comunicar nossos estados emocionais é uma porta de entrada para a violência
  • Reconhecimento e nomeação dos sentimentos
  • O papel idealizado da boa mãe não nos ajuda
  • Culpa não, responsabilização sim
  • O modelo do beija-flor
  • De onde vem a agressividade humana?
  • O que é agressividade?
  • Somos todos agressivos?
  • Neurobiologia da agressividade
  • Tipos de agressividade
  • Diferença entre agressividade e violência
  • Quem foram as pessoas que nos educaram?
  • Nossa história de vida e o rompimento de ciclos
  • Os diferentes papéis atribuídos aos diferentes gêneros reforçam a agressividade e geram violência
  • Sociedade egoísta, altruísta e a educação não violenta
  • O que são gatilhos emocionais e como desarmá-los
  • Seis estratégias poderosas para controlar nossa agressividade e não agredir nossas crianças
  • Autocuidado e não violência

Sobre a instrutora

Ligia Moreiras
Cientista, escritora e mentora de mulheres
Dra. Ligia Moreiras, a Cientista Que Virou Mãe, é doutora em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina, doutora em Ciências/Neurofarmacologia pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestra em Psicobiologia pela Universidade de São Paulo, graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista. Há mais de 10 anos, decidiu trocar uma área da ciência, a neurociência, pela Saúde Coletiva, a fim de estudar a fundo a realidade da vida das mulheres que são mães, a assistência ao parto no Brasil e o impacto da violência sobre a vida das mulheres e das crianças. É autora dos livros “Educar sem violência”, “Mulheres que viram mães”, “Criando com amor em tempos de ódio” e co-autora de “Maternidades no plural”.

Conteúdo do Curso

Aula 1

  • Ciência a favor das mulheres e crianças
    00:16:5

Aula 2

  • Humanamente Possível
    00:13:56

Aula 3

  • Entendendo a agressividade humana
    00:17:41

Aula 4

  • Tipos de comportamentos agressivos
    00:11:8

Aula 5

  • O cérebro e a agressividade
    00:12:39

Aula 6

  • A nossa história de vida influencia nossa agressividade
    00:10:29

Aula 7

  • Menina, menino, homem, mulher – A agressividade e os papéis de gênero
    00:9:55

Aula 8

  • Família e sociedade: dois pilares de sustentação – ou enfrentamento – da violência
    00:10:54

Aula 9

  • Como controlar os gatilhos emocionais que podem nos levar à violência?
    00:11:35

Aula 10

  • Estratégias para uma educação gentil em tempos de cansaço
    00:10:53